Notícia

Mulher e Direitos Humanos

Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos do Estado de Alagoas
Segunda, 24 Maio 2021 15:52
SOLENIDADE

Secretária Maria Silva recebe homenagem em alusão ao Dia Nacional do Cigano

Cerimônia virtual foi realizada em 20 de maio e o vídeo completo foi disponibilizado nesta segunda-feira (24)

Vídeo completo está disponível no Youtube da AMSK Brasil Vídeo completo está disponível no Youtube da AMSK Brasil ASCOM SEMUDH
Texto de Joanna de Ângelis

A Associação Internacional Maylê Sara Kalí (AMSK/Brasil) realizou, neste mês de maio, a Cerimônia de Reconhecimento Público em alusão aos 15 anos do Decreto Presidencial de 25 de maio de 2006 que institui o Dia Nacional do Cigano. O evento fez parte da programação das atividades de comemoração do Jubileu 50 anos da International Romani Union – IRU.

A data é celebrada anualmente no dia 24 de maio como uma forma de reconhecimento e valorização das contribuições culturais da etnia cigana na formação na história brasileira. Também é utilizada como ferramenta de conscientização para a realização de políticas públicas voltadas para a saúde, moradia e educação das comunidades ciganas em todo o país.

No total, foram homenageadas 13 personalidades que se destacaram com o olhar específico de suporte social para as comunidades ciganas em território nacional, entre elas o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, o presidente fundador da Romani Federação Sul Matogrossense de Cultura e Etnia Cigana, Pedro Nicolich e a deputada federal, Maria do Rosário Nunes.

 Cerimônia online de Reconhecimento Público da AMSK Brasil 2

A secretária de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos de Alagoas, Maria Silva, foi selecionada por sua atuação à frente da instituição e pelo trabalho desenvolvido com os povos tradicionais, especialmente durante o período da pandemia, na defesa dos direitos individuais e coletivos, sendo este um dos pilares estabelecidos em seus quase três anos de gestão.

“Nós, brasileiros, temos o privilégio de possuir uma diversidade cultural tão rica. De norte ao sul, de leste à oeste, no litoral ou no sertão, nossa gente traz no sangue e na alma as marcas calejadas de uma história moldada pela luta em busca de sobrevivência e dignidade. Assim como os ciganos, aprendemos a resistir. Em Alagoas, pretendemos continuar trabalhando em prol do reconhecimento da etnia cigana, viabilizando condições de subsistência e promovendo resgate cultural”, afirmou a secretária Maria em seu discurso de agradecimento.

O evento completo pode ser assistido pelo canal do Youtube da AMSK por meio do link: https://www.youtube.com/watch?v=u6vvNfkSZA0