Notícia

Mulher e Direitos Humanos

Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos do Estado de Alagoas
Sexta, 03 Julho 2020 17:00
LIBRAS

Atendimento da CIL auxilia surdos em Alagoas durante isolamento

Entre os serviços, a Central participa até de audiência de conciliação

Texto de Letícia Sobreira e Joanna de Ângelis

“Três foram muito marcantes: a perícia no INSS do benefício de um surdo que havia sido negada, outro com questões trabalhistas que se estendiam desde dezembro do ano passado, e uma outra audiência de conciliação, a qual ocorreu nesta quinta-feira, 02, sobre danos morais com a empresa fornecedora de energia”, disse Gilmara Farias, intérprete da Central de Interpretação de Libras de Alagoas (CIL),  respeito dos serviços prestados pela Central. 

 

Inaugurada em 2015, a Central de Interpretação de Libras (CIL) foi implantada com o propósito de facilitar os atendimentos públicos a pessoas com deficiência auditiva, surdos e surdo-cegos para garantir acessibilidade e cidadania, gratuitamente. 

 

Durante o período de isolamento social, os trabalhos de interpretação estão sendo realizados integralmente de forma online. Na demanda desta quinta-feira (02), a CIL, que acompanhava o processo da pessoa surda desde fevereiro deste ano, realizou a interpretação em Libras durante a audiência de conciliação virtual, promovida pelo 9º Juizado Especial Cível do Tribunal de Justiça de Alagoas. 

 

A CIL, que faz parte da Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh), conta com três intérpretes para acompanhamento nos atendimentos públicos. Também presta serviços internos para tirar dúvidas ou realizar consultas sobre assuntos variados, pessoalmente ou via telefone e para agendar ida a órgãos que necessitem de ligação ou marcação via internet. 

 

A Central faz agendamento para datas posteriores em diversos lugares, como hospitais, delegacias, fóruns, juizados, Secretarias de Assistência Social, Saúde, Educação, Detran, Ministério Público, diversas lojas para fazer cartão, Câmara de Vereadores, Assembleia Legislativa, entre outros.

 

Para a secretária da Semudh, Maria Silva, o trabalho da Cil é essencial ao processo de cidadania e de respeito aos direitos das pessoas com deficiência. Por meio da Cil, diversas conquistas e problemas são resolvidos. “Temos muito orgulho da nossa equipe que faz um trabalho valoroso para a sociedade”, afirma. 

 

Para acessar os serviços, deve ser feito um agendamento pelo número (82) 3315-2132 em Maceió, e (82) 3641-5807 em Delmiro Gouveia, através de um familiar, de forma presencial ou através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. O horário de funcionamento é das 8h às 12h, 13h às 17h. A Central em Maceió está localizada na Rua Dr. Augusto Cardoso, no bairro da Jatiúca. Em Delmiro, na Rua Linduarte Batista Vilar, nº 79, no bairro Eldorado.