Notícia

Mulher e Direitos Humanos

Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos do Estado de Alagoas
Terça, 06 Agosto 2019 23:16
INTERIOR

União dos Palmares recebe rodada de palestras do Agosto Lilás

Ações integram calendário mensal de atividades da Semudh em todo o Estado

A campanha Agosto Lilás da Semudh tem atividades programadas em todas as regiões de Alagoas até o último dia do mês A campanha Agosto Lilás da Semudh tem atividades programadas em todas as regiões de Alagoas até o último dia do mês Cortesia
Texto de Joanna de Ângelis

A interiorização das ações da Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos – Semudh é uma das estratégias mais eficazes de disseminação dos direitos humanos e no Agosto Lilás não seria diferente. A equipe técnica da Superintendência de Políticas para a Mulher da Semudh foi a União dos Palmares levar informações sobre o enfrentamento à violência doméstica e familiar para toda população.

 WhatsApp Image 2019 08 06 at 19.39.42 1

O primeiro encontro foi no acampamento Canaã, do Movimento Via do Trabalho, localizado na divisa entre União dos Palmares e a antiga Usina Laginha. O público, em sua maioria mulheres, tirou suas dúvidas e conheceu um pouco mais sobre a rede de atendimento à mulher vítima de violência em Alagoas. Já a segunda rodada aconteceu no Centro Comunitário Santa Mônica, no bairro Alto da Boa Vista, parte metropolitana do município. 

 

A ação no Centro contou com a participação da Secretaria de Assistência Social e do Centro de Referência Especializada de Assistência Social – CREAS municipais, e do Centro de Atendimento à Mulher em Situação de Violência - CRAM, entidade criada pela Semudh em parceria com o Governo de Alagoas para acolher e atender às mulheres vítimas de violência no município e nas regiões próximas.

 

“O objetivo do encontro é disseminar e tornar as mulheres de União dos Palmares multiplicadoras da luta pelo fim da violência contra a mulher. Nossa intenção é de que a campanha repercuta durante todo o ano. A compreensão da lei Maria da Penha e dos direitos da mulher é um ponto essencial para a comunidade, e pretendemos levar essas informações para todas, independente da classe social”, afirmou Amanda Moreira, coordenadora do CREAS. “A presença do Estado mostra para a população o empenho do Governo no fortalecimento da causa”, completou. 

 IMG 20190806 WA0136

Ambas palestras foram ministradas pela assistente social, Mirian Soares, que explanou sobre o ciclo do abuso, os sinais de relacionamentos abusivos, as formas de denuncias e a importância de se proteger a partir da busca por seus direitos. A equipe da Semudh também realizou a distribuição de materiais informativos para os presentes. 

 

Três Marias

 

“Já conhecia o Agosto Lilás pela TV e acho importante demais discutir e trazer essas orientações para minha comunidade”, nos conta Maria Cícera, moradora do acampamento e integrante do Movimento Via do Trabalho. “É muito bom ver que a mulher pode e deve lutar e ser valorizada por isso. Ela tem o mesmo valor que qualquer homem é temos que ver sempre as coisas de igual para igual, como deve ser”. 

 

O pensamento de igualdade de gêneros também é compartilhado por Maria Figueiredo, conhecida carinhosamente como Lila, presidente da Associação Regional de Defesa da Mulher. Lila coordena o Centro Comunitário Santa Mônica, sede do segundo encontro e ficou responsável por reunir as mulheres da sua região para participar da palestra. “Nada melhor do que um momento como o de hoje para falar sobre a Lei Maria da Penha, junto da campanha do Agosto Lilás. As mulheres que estão aqui são donas de casa e desconhecem seus próprios direitos, vivem e muitas vezes passar por situações de violência sem saber pra quem recorrer. Não existe idade para o conhecimento, ainda mais quando é algo que só nos fará bem. Graças a Deus que todos vieram e tenho certeza de que esse encontro será o primeiro de muitos”, destacou Lila. 

 WhatsApp Image 2019 08 06 at 16.05.40

Ex-candidata a vereadora do município, Maria José Gomes, popularmente chamada de Maria de Tutu, foi uma das participantes mais ativas do segundo encontro. Contou histórias, compartilhou conselhos e agradeceu a presença da Semudh e a divulgação de informações tão relevantes para as mulheres presentes. “Maravilhoso o encontro. Aposto que 90% de quem está aqui desconhecia as informações repassadas e é essencial que aconteçam sempre mais e mais momentos como esse. Eu estou sempre aqui no Centro dando aulas de bordado para as meninas e quando soube da palestra fiz questão que todas viessem participar. Podem contar comigo sempre que vierem”, ressaltou.