Notícia

Mulher e Direitos Humanos

Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos do Estado de Alagoas
Quinta, 04 Abril 2019 19:29
CULTURA

IV Salão de Artes em Direitos Humanos recebe mais de 30 obras

Abertura acontece na próxima segunda-feira (08) e exposição segue até o dia 12 no MUPA

Exposição permanece no MUPA até 12 de abril Exposição permanece no MUPA até 12 de abril Bruno Levy
Texto de Letícia Sobreira

Mais de 30 obras, entre elas fotografias, telas, esculturas e performance artística estão inscritas para o IV Salão de Artes em Direitos Humanos que será aberto na próxima segunda-feira (8), às 19h, no Museu Palácio Floriano Peixoto (Mupa), localizada na Praça Marechal Floriano Peixoto, no Centro de Maceió.

Com o intuito de incentivar na sociedade uma discussão sobre as prioridades da vida humana, o IV Salão de Artes em Direitos Humanos é uma realização da Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) e terá a participação de mais de 15 artistas, dentre eles: Rosa Mossoró, Lírio Negro e José Achiles Escobar, reconhecidos pela contribuição ao fomento da cultura em Alagoas.

Ao trazer exposições de fotografias, telas e esculturas, o evento tem caráter cultural e educativo, é gratuito e estará aberto à visitação entre os dias 09 e 12 de abril de 2019, das 8h à 16h, também no Mupa. 

A estudante de Relações Públicas, Érica Rocha, é uma das artistas inscritas para a exposição. “É uma singela homenagem à Mãe Vera”, diz Érica, que exibirá duas fotografias, intituladas Raízes da Tradição e Fé, Cultura e Ancestralidade. Mãe Vera é considerada patrimônio vivo de Alagoas, uma Yalorixá, mãe de santo, com trabalhos ligados a movimentos sociais. “O que me motivou foi a história de luta dela no combate à intolerância religiosa, o ativismo cultural que exerce, levando cultura afro-alagoana em diversos espaços da sociedade”, conta.

Todas as obras que estarão em exposição abordam de maneira livre e diversa as contradições, a cultura e a individualidade do ser humano, provocando inquietações e reflexões sobre a importância dos Direitos Humanos e as lutas sociais.

Para a secretária da Mulher e dos Direitos Humanos, Maria Silva, é de fundamental importância divulgar a cultura e incentivar a participação de artistas de diversas origens dando voz e espaço para que suas obras possam ser conhecidas pela população. “É uma forma criativa e envolvente de falar de um tema imprescindível no nosso dia a dia que são os direitos humanos”, concluiu.