Notícia

Mulher e Direitos Humanos

Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos do Estado de Alagoas
Sexta, 30 Novembro 2018 21:29
ATENÇÃO DESDE CEDO

Projeto Maria da Penha vai à Escola premia estudantes mirins de Olho D’água das Flores

Parceria entre Semudh e a prefeitura municipal foi firmada durante campanha do Agosto Lilás deste ano

Texto de Bruno Levy

O projeto “Lei Maria da Penha vai à Escola” da Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) visa educar por meio de palestras e atividades os alunos da educação básica sobre a importância do enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher. Fruto disso é que nesta quinta-feira (29), a secretaria escolheu as melhores redações e cartazes de estudantes da rede pública de ensino do município de Olho D’água das Flores, no Sertão do Estado.

A parceria foi firmada durante a campanha do Agosto Lilás pela Superintendência de Políticas para a Mulher e a prefeitura olhodaguense, por meio da secretaria de Assistência Social. Durante três meses, os estudantes mirins tiveram que produzir redações e cartazes para concorrer a diversos brindes.

A premiação ocorreu na Casa de Cultura do município e contou com a presença da secretária da Semudh, Maria José da Silva, o prefeito Nen, e a superintendente da Mulher, Dilma Pinheiro. Esta foi a responsável por elencar as seis melhores produções, no geral.

“É o tipo de projeto que se forma desde criança e elas conseguem ter um olhar diferenciado. Elas se identificaram bastante com o tema e pôde se observar o repúdio à violência contra a mulher. O Maria da Penha vai à Escola vem dando resultado e este é o exemplo”, disse a secretária.

IMG 20181129 154906400

A secretária de Assistência Social do município, Djaneide Almeida Barbosa, exaltou o Maria da Penha vai à Escola e confirmou que pretende continuá-lo nos próximos anos. “Quando soubemos do projeto decidimos aderi-lo de imediato, pois sabemos a importância de trabalhar este tema com as crianças desde o início. Os dados mostram que muitas vezes a criança que vivencia a violência dentro de casa acaba reproduzindo no futuro. Então trabalhar isso foi muito satisfatório para nós do município”, falou Djaneide.

De acordo com o prefeito de Olho D’água das Flores, Nen, a premiação foi positiva e trouxe um ensinamento tanto para as cranças, quanto para os adultos. “Tivemos um dia de aprendizado vindo de uma turma tão jovem de oito, nove anos de idade. Precisamos que eles saibam que não pode haver violência contra a mulher. Então esse concurso teve esse objetivo de despertar o cuidado e a preservação da mulher”, disse Nen.

IMG 20181129 163107110

Vencedores

As três melhores redações foram de alunos do oitavo ano da Escola Municipal de Educação Básica Maria Augusta Silva Melo. O primeiro lugar ficou com a Mirela da Silva Fagundes e ganhou um tablet. Já o cartaz que mais se destacou foi de Pâmela Mirela Soares Silva, do 5º ano da Escola Municipal de Educação Básica Vereador Izidoro pereira Filho, com o tema “Entre um homem e uma mulher só pode bater o coração”. Ela também ganhou um tablet.

Os outros estudantes também foram premiados com passeios em chácara e com sessões de cinema com direito a um acompanhante cada.