Notícia

Mulher e Direitos Humanos

Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos do Estado de Alagoas
Quinta, 29 Agosto 2019 14:53
INCLUSÃO

Cores, sons e gingado: IV Baile da Inclusão agita entidades e associações da Pessoa com Deficiência de Alagoas

Mais de 500 pessoas com deficiência ocuparam a pista de dança do Iate Clube Pajussara em momento de celebração e alegria

O momento de descontração gerou um clima alegria compartilhado entre todos os presentes. O momento de descontração gerou um clima alegria compartilhado entre todos os presentes. Tanino Silva
Texto de Letícia Sobreira

“Aqui você pode se soltar. Ninguém vai olhar pra você com aquele olhar de preconceito, do tipo que acha que porque você ta numa cadeira de rodas, você não pode dançar”, começa Paula Ravenala, mulher, bacharel em Serviço Social, servidora pública, escritora, bailarina e cadeirante. “Esse baile realmente nos inclui”.

Foi entre sorrisos e olhares de fascínio que a Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh) deu início ao IV Baile da Inclusão, na tarde da última quarta-feira (28), no Iate Clube, no bairro de Pajuçara, em Maceió. O evento festivo celebrou o encerramento da Semana Estadual da Pessoa com Deficiência, em um ambiente cheio de cores, sons e um público altamente diverso, unido pela alegria de comemorar a vida.

“O dia de hoje fecha a semana, mas não à luta pela inclusão. Não à luta para que a gente esteja sempre junto buscando melhores dias para todos. Fico muito feliz ao chegar ao final desta semana na certeza de que a gente está escrevendo novas páginas na batalha e na defesa de cada pessoa, de cada cidadão que precisa ser incluído ou visto de forma diferente. Chega de preconceito no nosso País. É preciso entender que essa causa, assim como essa festa, é de todos”, declarou o Gino César, superintendente de Políticas para a Pessoa com Deficiência da Semudh.

Gino também aproveitou para parabenizar a secretária da pasta, Maria Silva, pela participação em todos os eventos da Semana Estadual da PCD e ter compreendido a necessidade de engajamento pela inclusão em Alagoas. “Fico muito feliz por ver a casa cheia e o semblante de alegria em cada rosto. É uma satisfação estar ao lado de vocês neste baile e nesta luta que temos travado dia após dia, em defesa dos direitos da pessoa com deficiência”, disse a secretária.

Liberdade

Paula Ravenala, entre um e outro passo de dança, não conseguia disfarçar o prazer de estar ali. “Aqui é um local onde a gente se solta e mostra que cadeira de rodas não é limite, pelo contrário, é um movimento que nos leva além, para a superação. É totalmente inclusivo.”