Notícia

Mulher e Direitos Humanos

Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos do Estado de Alagoas
Terça, 30 Julho 2019 18:54
IGUALDADE

Semudh realizará escutas com jovens negros na periferia de Maceió

Projeto “Juventudes Negras: Vidas Importam” visa o enfrentamento à discriminação racial e a morte de jovens em Alagoas

Evento visa ouvir as demandas a população jovem e periférica de Alagoas e buscar soluções conjuntas. Evento visa ouvir as demandas a população jovem e periférica de Alagoas e buscar soluções conjuntas. Bruno Levy
Texto de Bruno Levy

A secretária de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh), Maria Silva, se reuniu com lideranças e representantes de movimentos sociais da juventude negra alagoana para planejar escutas e a realização de oficinas e seminários em bairros periféricos de Maceió.

Com o tema “Juventudes Negras: Vidas Importam”, a secretaria irá realizar oitivas, direcionadas à juventude negra, nas grotas do Estado, com a perspectiva de traçar um diagnóstico e desenvolver políticas públicas para a transformação de suas vidas. “Precisamos pensar nas especificidades da região em que os jovens estão inseridos e naquilo que é importante para aqueles que vivem em Maceió, bem como também aos que vivem no interior”, disse Maria Silva.

Juventude Negra 2

Dentre os principais objetivos estão debater as políticas públicas de desenvolvimento social da juventude negra; criar espaços de discussões cotidianas; informar a juventude local;  articular e transversalizar a temática nas diversas secretarias do Governo de Alagoas; fortalecer ações de prevenção à violência por meio da garantia dos direitos humanos e criar o Fórum da Juventude Negra do Estado de Alagoas.

O planejamento terá início nas regiões do Clima Bom no dia 31 de julho, às 14h, na Escola Benedita de Castro; no Benedito Bentes I e II, no dia 3 de agosto, às 10h, na Escola Estadual Rubens Canuto; e durante a edição da Lagoa Aberta, no dia 4 de agosto, às 14h, para os moradores do Vergel do Lago, Brejal e Bom Parto.

Após a primeira etapa, a Semudh realizará oficinas de educação, direitos humanos, cultura, empreendedorismo afro, saúde, esporte e lazer aos participantes em parceria com outras secretarias do Governo.

O projeto culminará com o Seminário Metropolitano das Juventudes Negras acerca dos temas que foram discutidos.

Interiorização

A secretária Maria Silva e equipe também visitarão localidades do interior de Alagoas a fim de obter informações dos problemas vividos pelos jovens para assim então confeccionar um documento o qual será entregue diretamente ao governador Renan Filho contendo os anseios, projetos e idéias que contemplem a juventude negra em relação aos direitos humanos em todo o Estado.

“É um passo importante vindo da Semudh, por meio da secretária Maria, que se preocupou e buscou nos ouvir e dar voz à juventude negra periférica. Esse projeto vai dar formação e conhecimento não só aos jovens, como também às mães que precisam ter o mínimo de noção dos seus direitos”, disse Carlos Eduardo, um dos líderes do movimento de Hip Hop em Maceió.