Notícia

Mulher e Direitos Humanos

Secretaria da Mulher e dos Direitos Humanos do Estado de Alagoas
Quinta, 28 Setembro 2017 12:45
MEDIAÇÃO DE CONFLITOS

Ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, encerra curso de Mediador e Pacificador Social

Capacitação faz parte do Plano Nacional de Segurança Pública e visa o combate à violência

Curso visa à capacitação de agentes de segurança e líderes de comunidades, para a prevenção de conflitos comunitários religiosos ou raciais Curso visa à capacitação de agentes de segurança e líderes de comunidades, para a prevenção de conflitos comunitários religiosos ou raciais Tácila Clímaco
Texto de Tácila Clímaco

A Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos (Semudh), com os Ministérios da Justiça e Segurança Pública e de Direitos Humanos encerrou, nesta quinta-feira (28), o curso de Mediador e Pacificador Social, que faz parte do Plano Nacional de Segurança Pública e visa o combate à violência.

 

O principal enfoque do curso é a capacitação de agentes de segurança e líderes de comunidades, para a prevenção de conflitos comunitários religiosos, raciais ou de qualquer outra natureza.

 

A ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, que fez o encerramento do evento, falou da importância do curso. "Conscientizar a população sobre a existência e a prática do racismo institucional e desenvolver no mediador a capacidade em compreender conflitos fazem parte dos objetivos desse treinamento, que tem como grande propósito transformar realidades”.

 

Durante o curso também foram ministradas oficinas onde os participantes puderam resolver conflitos sociais criados por meio de supostas situações.

 

“A capacitação me proporcionou, como agente de segurança pública, mais qualidade na prestação do meu serviço. O papel da Polícia Militar é preservar e garantir a ordem pública. E eu, como mediador, tenho o dever de assegurar isso a todos os grupos”, afirmou o sargento da PM, Rodrigues, que participou do curso.

 

Prevenção de conflitos comunitários com recorte racial; Estado e sociedade; famílias no século XXI; violência doméstica com abordagem racial; prevenção de homicídio, crimes contra o patrimônio, à vida, à família e à paz pública; a importância da mediação social; técnicas de abordagens; a figura do mediador; mediação de conflitos e a lei; mediador de bullying nas instituições de ensino e mediador pacificador social e sua legislação foram temas abordados durante os dois dias de evento.